quarta-feira, 17 de dezembro de 2014

ACABOU O DISCURSO VENDIDO PELA DIREITONA SOBRE CUBA!!!

Brasil esteve na vanguarda
da abertura de Cuba

Como se sabe, foi um golaço construir o porto de Mariel, com financiamento do BNDES
Em Havana...
O Aécio Never vai pedir a recontagem dos votos que elegeram o Obama.

E o Raúl Castro !

Vai ser obrigado a visitar o porto de Mariel, na companhia do Principe da Privataria, para contemplar a Flórida …

Porque com Lula e Dilma o Brasil esteve na ofensiva – diplomatica e comercial – para incorporar Cuba ao sistema inter-americano.

BRASIL ACERTOU EM CUBA, MAS TUCANOS PREFEREM BRASIL-COLÔNIA

Com Mariel, Brasil quis estar na vanguarda da abertura em Cuba, diz ex-secretário de Comércio Exterior


Para secretário do MDIC entre 2007 e 2011, porto de Mariel foi principal exemplo de estratégia brasileira para aproveitar momento de abertura econômica na ilha

Durante os dois mandatos do presidente Luiz Inácio Lula da Silva (2003-2010), o governo brasileiro desenvolveu uma série de estratégias na América Central para se aproveitar do momento em que a ilha caribenha abrisse a sua economia. O principal exemplo desse tipo de ação foi a construção do porto de Mariel, relata a Opera Mundi Welber Barral, secretário de Comércio Exterior do Ministério do Desenvolvimento entre 2007 e 2011.
“O Brasil queria estar na frente e ter importante posição de vanguarda na hora que começasse uma abertura maior da economia cubana. A reaproximação dos EUA é mais um passo nesse sentido, mas deve se dar de forma paulatina”, explica Barral, que também é conselheiro da Fiesp (Federação das Indústrias do Estado de São Paulo) e professor no Instituto Rio Branco.

Mariel é o porto caribenho mais próximo da Flórida, a apenas 200 quilômetros de solo norte-americano. A posição logística privilegiada não foi alvo apenas de investimentos brasileiros (o BNDES destinou uma verba de mais de US$ 800 milhões para financiamento), mas também de chineses e de outros países asiáticos. Embora a Odebrecht seja a responsável pela construção, o porto é operado pela empresa PSA International, de Cingapura.
“Por volta de 2008 foram feitas várias avaliações, inclusive pelo Itamaraty, sobre uma paulatina abertura cubana”, recorda Barral. “A adesão norte-americana não esperávamos tão cedo, mas havia, sim, uma expectativa do Brasil de participar da economia cubana naquele momento”, acrescenta.

O projeto de Mariel é a obra-prima do plano de modernização econômica de Raúl Castro desde que este assumiu a liderança do país, em 2008. Trata-se de uma proposta para melhorar a eficiência e a produtividade da pequena ilha a partir de incentivos e de projetos de infraestrutura para gerar empregos e abrir o mercado para investidores estrangeiros.
http://operamundi.uol.com.br/conteudo/noticias/38866/com+mariel+brasil+quis+estar+na+vanguarda+da+abertura+em+cuba+diz+ex-secretario+de+comercio+exterior.shtml

SOB MASSACRE DO PIG, DILMA TEM 72% DE ÓTIMO, BOM E REGULAR!!!

O PiG bate e
aprovação à Dilma sobe !

Quá, quá, quá !
Saiu no G1:

GOVERNO DILMA TEM APROVAÇÃO DE 40%, INDICA PESQUISA IBOPE


Pesquisa Ibope divulgada nesta quarta-feira (17) mostra que a administração da 

presidente Dilma Rousseff tem a aprovação de 40% dos entrevistados. O 

percentual de aprovação reúne os que avaliam o governo como “ótimo” ou “bom”.


(…)


De acordo com a CNI, o levantamento anterior, divulgado em setembro deste 

ano, havia apontado que 38% aprovavam o governo (consideravam “ótimo” ou 

“bom”). Na última pesquisa – realizada durante a campanha presidencial 

–, 28% consideravam dos entrevistados avaliaram a administração Dilma 

“ruim” ou “péssima”. Já 33% consideraram a gestão “regular”.


Os que julgam o governo “ruim” ou “péssimo”, segundo o Ibope, são 27%. 

Para 32%, o governo é “regular”.


O resultado da pesquisa de avaliação do governo Dilma foi o seguinte:

- Ótimo/bom: 40%

- Regular: 32%

- Ruim/péssimo: 27%

- Não sabe/não respondeu: 1%

http://www.conversaafiada.com.br/politica/2014/12/17/o-pig-bate-e-aprovacao
-a-dilma-sobe/

CUBA LIBERTA ESPIÃO NORTE-AMERICANO

Gesto de Cuba: liberó al estadounidense Alan Gross, detenido hacía cinco años por espionaje

El gobierno de Raúl Castro tomó la decisión por "razones humanitarias" y el empresario ya está en viaje hacia su país, confirmaron desde la Casa Blanca; sería en el marco de un acuerdo de intercambio de prisioneros
WASHINGTON.- Las autoridades cubanas liberaron hoy al prisionero estadounidense Alan Gross, acusado de ser espía para Washington, ante un pedido de carácter humanitario formulado por Estados Unidos, afirmó un funcionario de la Casa Blanca, en Washington, al confirmar un importante gesto de parte del gobierno de Raúl Castro.
Gross "ya ha abandonado Cuba en un avión estadounidense, con rumbo a Estados Unidos", dijo la fuente.
El empresario estadounidense cumplió cinco años de una pena de 15 por "amenazas a la seguridad del Estado".
De acuerdo con varios medios estadounidenses, que citan a altos funcionarios bajo anonimato, la liberación de Gross ha sido a cambio de la de tres de los agentes del grupo de "Los Cinco" espías cubanos condenados en 2001 y encarcelados en Estados Unidos.
El pasado 3 de diciembre, cuando se cumplieron cinco años de su detención y encarcelamiento, la Casa Blanca volvió a urgir al Gobierno de Cuba a liberar a Gross y reiteró la preocupación por su estado de salud.
La liberación de Gross "eliminaría un obstáculo hacia unas relaciones más constructivas entre Estados Unidos y Cuba", sostuvo entonces el portavoz de Obama, Josh Earnest.
http://www.prensaescrita.com/adiario.php?codigo=ARG&pagina=http://www.lanacion.com


PIG RECEBE BILHÕES DO GOVERNO QUE TENTA DERRUBAR

CORTE EUROPÉIA NÃO OBEDECE À MÍDIA. JÁ NO BRASIL...